Uma Mensagem dos Anjos da Chama Violeta


               A Hoste de Seres Angelicais da Chama Violeta está destinada a proteger àqueles que desejam expressar o amor através de suas vidas. Porém, o amor que aqui se menciona é um sentimento de cuidado para com a evolução da alma e, portanto, co-criamos e sustentamos em nosso Templo da Purificação a um Foco de Luz, que irradia para a Terra uma Escola Iniciática. Nossa intenção é ensinar a pessoa a amar de verdade, o que só existe quando ela desapega de si mesma a fim de doar-se ao bem da maioria. Quem ama desta maneira, ilumina-se por considerar ser mais importante para si o que levará muitos mais a se libertarem da incompreensão e da precariedade do não saber compreender o que está além do puramente pessoal.
              
           O que está além do pessoal é o que compensa se esforçar para obter, de modo a se fazer dispensar para os demais aquilo que se quer doar-lhes. Nem sempre o que parece ser o melhor para a pessoa o será para quem seria beneficiado se ela, fazendo-se alheia aos seus desejos individuais, se abrisse para o que pertence às Esferas de Pura Luz e, portanto, que irradiará para muitos mais. O que queremos dizer com isso é que será melhor que cada qual, que queira propagar o que pretendemos divulgar por meio dos esforços que doamos de nós mesmos, para aumentar as oportunidades que a alma humana haverá de ter, enquanto nos unimos para propulsionar sua elevação no gradiente da Consciência Universal, se abstraia de intenções que não favorecem ao conjunto dos nossos ideais.
               Nossos ideais, enfim, estão podendo ser apresentados para as almas que se revestem de corpos materiais terrenos de uma maneira mais organizada. Estivemos preparando-nos para tanto e, finalmente, abrimos o canal que desejamos, para através dele derramar o néctar dos Ensinamentos Sagrados que nos fazem emanar a Luz e o Amor que nos preenchem de elevadas emoções e enaltecedores pensamentos. Com sinceridade nos colocamos a disposição para orientá-los, por meio de tal abertura que se fez haver, enquanto co-criávamos sua configuração sutil e densa. Enfim, ela se mostra disponível para quem está experimentando a vida na oitava física, e bem acessível em solo brasileiro. Através dela podemos, com prazer, tecer em letras organizadas, ao que se pode identificar como um processo que conduz à Ascensão Espiritual.
               Tal processo já vem sendo descrito criteriosamente e aplicado, ainda de maneira limitada, porque são poucos aqueles que se encontram de fato preparados para assumir as exigentes medidas que se fazem necessárias para depurar a experiência, afim de ascencionar nas escalas vibratórias da Grande Consciência. Ele é único, embora previamente tenha havido tentativas de apontar o que ainda estava por vir, mas, não se conseguiu definir com a precisão que agora obtemos para descrever os mecanismos do Sacerdócio da Ordem de Zadkiel, que é uma atribuição que, por enquanto, só pode ser assumida com precisão por aqueles que se submetam ao que dispensamos através de nossa ancoragem na cidade do Rio de Janeiro. Mesmo que ainda alguns teimem em desassociar nossa missão arcangelical desta que é a nossa Ordem, ancorada na esfera físico-material, astral e mental do meio terreno, somos nós sim, que defendemos o propósito de certificar a autenticidade de tal dispensação, à qual pertence o espaço que agora empregamos, divulgando a escrita que traduz as intenções que desta maneira expressamos.
               Deixamos claro, portanto, que o processo iniciático da Ordem de Zadkiel, autêntico e detalhado, somente foi descrito uma vez no livro da nossa Ordem (Livro da Ordem de Zadkiel, Editora Sétimo Raio, RJ). Não há como evitar aos padrões que aí descrevemos, quando o que se deseja é trabalhar em uníssono claro e perfeito com esta entidade angelical, que protege e promove os fins e os meios por meio dos quais nos expressamos, enquanto membros desta organização eterna e que transcende às leis da materialidade. Aqueles que pretenderem, portanto, servir aos mesmos propósitos, que nos fazem participativos e recíprocos em torno de tal projeto missionário, sugerimos que deem preferência a se informarem sobre a composição e a função do instrumento que aqui mencionamos. Não sejam desnecessariamente incoerentes para com vocês mesmos, dando as costas para o que de fato nos pertence, se o que querem é ajudar-nos.

               Em nenhum outro momento de sua história, abrimos o canal que agora se faz arcangelical, para que, através dele flua a Palavra que precisamos propagar por meio desta que é uma Missão Sacerdotal. Não se enganem com o pouco e o simplificado, enquanto o que temos a oferecer é o ilimitado e o complexo, que, embora ainda seja acessível para as poucas mentes que já se encontram preparadas, haverá de se espalhar através da Era de Aquário, porque é eterno, assim como é eterna nossa propensão a proteger ao que é Sagrado e coerente com as Divinas Leis. Abandonem toda forma de incoerência, para serem verdadeiramente nossos aliados, e acessem ao que já estabelecemos neste nicho que nos pertence e que, mesmo na esfera física terrena, não tem outro nome, além de Ordem de Zadkiel. Aqueles que abrirem seus corações para nos receber em suas vidas, muito haveremos de oferecer, e este muito se multiplicará dentro dos seus próprios corações.


                   Arcanjo Ezequiel e os Anjos da Chama Violeta

Este texto foi obtido, por sintonização, através do Sacerdócio da Ordem de Zadkiel – RJ. Se desejar utilizá-lo, por favor, mencione tal fonte, bem como o endereço da publicação na web.

A Ancoragem da Luz em Congregações


               Uma Congregação de Luz se faz não apenas das contrapartes ascensionadas, mas também das mentes e das emoções daqueles que se encontram no meio material, caso ela tenha que manter-se ancorada no mundo das formas e das ideias que compõem à sociedade deste tipo de identidade que os fazem reconhecer-se como pessoas humanas da época em que vivem. Os que pensam a partir de um raciocínio mais abrangente, como o que existe nas Esferas Superiores aos aspectos mais densos da vida terrena que os contém, veem as situações desde ângulos mais abrangentes e compreendem com mais clareza o que deve ser traduzido em eventos da vida cotidiana dos que estão usando do raciocínio contraído e limitante dos planos adjacentes ao campo da materialidade. Sendo assim, há forte poder de construção que pode ser estabelecido entre as contrapartes de uma Congregação que pretende ancorar à Luz, com a finalidade de dissipar a escuridão da densidade das regiões mentais, astrais e físicas.

               No entanto, não só os que se encontram em condição mais abrangente de consciência devem se esforçar para manter os elos de tais agrupamentos com as almas que se dispõem a articular os alicerces da edificação que juntos constituem. Todos os homens e as mulheres ocupados com a manutenção da existência de uma organização místico-esotérica ou religiosa precisam estar conscientes de seus papéis na composição das teias de interações que constituem o serviço co-criativo que mantém a mesma estrutura em perfeito funcionamento. Quanto maior o número de seres conscientes de suas próprias ações dentro da lógica que dá sustentação ao que pretendem cultivar, mais intensos serão os resultados que obterão dos esforços que juntos conseguem manter.
               A mente humana precisa entender de uma vez por todas que dentro de tudo o que deseje fazer lhe caberá uma parte importante a realizar em torno do que de fato obterá. Ninguém depende única e exclusivamente dos outros seres com quem, de alguma maneira, convive para saciar-se do que busca. Mesmo em se tratando de absorção em Conhecimento Transcendental, ele se fará disponível para cada qual na medida de seus esforços individuais. Muito está sendo doado para todos, mas somente os que se doam também em reciprocidade, a fim de receberem o que lhes está sendo doado, haverão de conseguir conquistar o que lhes é disponibilizado. O mesmo pode ser dito acerca de grupos de pessoas que desejam, por meio de suas agregações, obter algum tipo de benefício espiritual.
               Se não há o esforço adequado por parte dos que desejam receber, não se formará o campo magnético co-criativo, constituído de muitas partes que se complementam, de modo a se fazer haver a troca mútua entre quem doa e a contraparte que pretende obter o que está sendo doado.  As partes que se complementam são interações do pensar e do agir, que se encaixam com perfeição, de modo a poder haver transferência de impressões entre os dois lados de tal parceria construtiva e interdimensional. Se não existe esforço condizente daqueles que se encontram no meio físico-material, para que suas configurações mentais formem elos entre os que estão constituindo o aspecto da co-criação que está ancorada e destes para com os que se encontram nas Esferas de Luz, dificilmente haverá fortalecimento daquilo que precisa necessariamente interessar a ambos os lados de tal estrutura inteligente. Muitas vezes isso tem se repetido na história das relações humanas para com seus mentores espirituais e outros seres que podem guiar com acurácia às percepções dos que estão envolvidos com a vida material.
               Aqueles que estão associados a alguma Congregação de Luz, pensem a respeito de suas próprias maneiras de participar das mesmas. Questionem-se se estão doando tudo o que podem e/ou devem doar de si mesmos para o fortalecimento da ancoragem de tal padrão de difusão de Amor e de Sabedoria que lhes pertence na medida de suas intenções. Parem um pouco com suas atividades comuns do dia-a-dia e reflitam sobre a importância do que percebem como fundamental para que haja o avanço da consciência da humanidade, e analisem o que estão fazendo a fim de participar mais diretamente deste momento de importantes mudanças dos padrões de existir com os quais convivem. Reavaliem suas maneiras de se colocar como quem pretende contribuir para que haja a transição planetária, de modo a tornarem-se, se isso se fizer necessário, mais ativos do que estão sendo até agora.
              
           Não sejam coniventes com o engano que se alastra entre tantas pessoas que permanecem alheias a tudo o que se faz necessário mudar pra que haja a ascensão. Comecem por buscar maneiras de se tornarem mais absortos no que é preciso fazer para que um despertar mais abrangente aconteça, pois a espécie humana de vida ainda encontra-se predominantemente adormecida de suas obrigações espirituais para com a Terra e o Universo como um todo. Aliem-se às Congregações que já existem e fortaleçam-nas, e somente procurem criar novos agrupamentos se não houver nada disponível aos seus alcances. A criação de novos grupos pode ser a causa da inconsistência e do enfraquecimento do movimento em prol da Nova Era que já existe, pois os esforços se dispersam ao invés de se acrescentarem.
               Muitas vezes o que parece ser impulso de inovação não passa de tendência egocêntrica à falta de modéstia e de aceitação de lideranças pré-existentes. É importante que a alma aprenda a conviver com as diferenças, a fim de desenvolver Amor e Poder, pois a fuga ao compromisso com a união de interesses gera fragmentação e, portanto, empobrecimento e esvaziamento, o que não condiz com o que precisamos para ancorar os alicerces do que está sendo precipitado para a etapa atual da humanidade. Pensem com cuidado sobre o assunto, e revejam suas próprias intenções, analisando as opções que lhes estejam caracterizando a ação e, se necessário for, tenham a modéstia de transmutarem as conformações que caracterizam os agrupamentos que já compõem ou ainda pretendem compor. Estamos profundamente interessados no fortalecimento recíproco dos nossos laços co-criativos, o que emanará ainda mais Luz para suas (nossas) Congregações.


                       Arcanjo Ezequiel

Este texto foi obtido, por sintonização, através do Sacerdócio da Ordem de Zadkiel – RJ. Se desejar utilizá-lo, por favor, mencione tal fonte, bem como o endereço da publicação na web.

O Verdadeiro Significado da Ascensão Espiritual


                Tudo o que vem sendo proposto para a mente humana em torno de sua ascensão espiritual não tem outra função que não seja leva-la para mais próximo de Deus. É importante que haja esta compreensão, para que não se busque nada mais além disso, enquanto se estiver intentando estabelecer comprometimentos com esta etapa da humanidade. Percebemos que muitos ainda falam e escrevem, estudam e difundem uma ideia muito vaga sobre este importante item de suas agendas espirituais. Faz-se necessário que afinal amadureçam seus raciocínios em torno do verdadeiro significado da ascensão. Ela não é apenas a aquisição de maior complexidade dos pensamentos ou somente o desenvolvimento de habilidades que permitem a quem as desenvolve se tornar mais lúcido e pacífico.
                Certamente que seus pensamentos se tornarão mais complexos também e vocês se farão mais hábeis para enfrentarem as contradições da materialidade. Isso tudo virá, para quem ascensionar, como efeito espontâneo deste que é um processo inevitável na história de quem deseja de fato se expressar como alma liberta e emancipada. No entanto, tais efeitos não são a meta em si a ser atingida, mas apenas meios através dos quais compreenderão que estão mudando para melhor, se aprimorando rumo a um estado de consciência mais adequado para a época com a qual começam a conviver. Tudo haverá de mudar na medida em que vocês mudarem para melhor, certamente, pois a evolução existe e não se pode deixar de percebê-la, através das evidências que se fazem tão nitidamente notar enquanto ela se expressa ao longo dos dias e dos seus processos pessoais e dos fenômenos planetários.
                O caos que ainda predomina em muitos aspectos do cotidiano das cidades haverá de apaziguar, desde que haja o processamento da mentalidade humana que precisa ocorrer. E ele ocorrerá, porque é do Plano de Amor e de Luz que isso se manifeste, não havendo como evitar que tudo se processe segundo a Lógica Maior que intercede infindavelmente em prol da evolução e da ascensão da consciência. A alma se libertará, porém, é preciso que cada um dos interessados, os quais são muitos, mas ainda não a maioria, se deixem envolver da intenção de se depurarem e de se elevarem às escalas superiores a partir das quais as Leis Divinas se fazem aplicar nas cadeias de mundos através das quais o espírito humano evolui. Para que os eventos que levam a tal condição existencial se manifestem, porém, é preciso que haja a compreensão de que ascensionar não é diferente de retomar o acesso à Morada Eterna, onde o Supremo Senhor reside e a partir da qual sustenta a tudo o que existe.
                Parem para pensar no impacto destas palavras sobre suas vidas e nunca mais se deixem envolver por processos que se supõe estarem sendo dispensados pela Sagrada Hierarquia planetária para que possam ascensionar e que, no entanto, nem ao menos tem alguma relação com Deus. Se olharem em volta, perceberão que são muitas as tendências desta Era que direcionam suas atenções para longe da principal questão que é intrínseca à ascensão espiritual. Há diversas estratégias que estão sendo desenvolvidas para que, de alguma maneira, acreditem em suas potencialidades ou em parte delas, e que os fazem perceber-se temporariamente mais livres de alguma ou outra das imperfeições da mente e das emoções, bem como da materialidade do corpo físico. São em geral co-criações dos universos astrais e mentais, as quais lhes são oferecidas como pacotes de vantagens, mas que, infelizmente, não os levarão à definitiva ascensão. Podem até se sentir mais confortados transitoriamente de algum mal ou de certas predisposições dos corpos inferiores, porém, se não tomarem as devidas precauções, poderão perder o rumo que de fato poderia os libertar em definitivo das precariedades da existência material.
                Queremos que entendam que os ensinamentos que precisamos transferir para sua sociedade virão a reforçar suas convicções sobre si mesmos e as potencialidades que lhes são íntimas e das quais devem aprender a empregar a fim de estabelecer-se na Luz Superior. Dentre os significados de tudo o que se faz necessário que compreendam nesta época de transição, é fundamental o da ascensão espiritual. Compreendam-na como a mudança que se processará em suas consciências, segundo as convicções e as potencialidades que irão descobrir, e que estamos lhes inspirando a entender, mas estejam plenamente convictos de que nada disso tem valor se não for empregado para que se aproximem mais do Supremo Senhor. Ascensionar é em si subir os degraus que conduzem para esta Fonte de Sabedoria, de onde todo Conhecimento que os está libertando irradia. Estejam esclarecidos sobre esse assunto e se direcionarão com mais clareza e precisão enquanto estiverem empreendendo os inúmeros esforços da ascensão, o que os guiará de volta ao seu Eterno Lar.


                                               Arcanjo Ezequiel

Este texto foi obtido, por sintonização, através do Sacerdócio da Ordem de Zadkiel – RJ. Se desejar utilizá-lo, por favor, mencione tal fonte, bem como o endereço da publicação na web.

Parcerias sob a Luz do Amor e do Compartilhamento


                Há muito estamos realizando uma Obra que nos exige profunda compenetração naquilo que nos cabe executar. Precisamos empreender a uma incursão ao campo mental humano coletivo que está formado como parte constituinte da Terra. Ele resulta das inúmeras interações que existem entre as mentes das almas que se encontram, de alguma forma, associadas ao planeta. Sua abrangência interpenetra muitas dimensões e envolve todas as individualidades que se reconhecem como tal por se perceberem a partir das identidades que resultam dos conjuntos de ações, pensamentos e sentimentos que as compõem. Nem sempre é uma tarefa fácil travar contato com estas fagulhas da Divindade que se manifestam como seres, os quais muitas vezes se acreditam independentes das demais almas e, por conta de tal crença, se fecham sobre si mesmos, não nos permitindo acesso às suas consciências.
                Acontece que, como Servidores da Suprema Luz, desejamos estabelecer tais contatos apenas com a intenção de compartilhar de muitas das realizações que temos obtido a partir das experiências que a existência nas esferas ascensionadas nos tem fornecido. Podemos doar amor e compartilhar conhecimento, aumentando o quociente de paz e de iluminação daqueles que se deixam envolver por tais parcerias. Porém, não pode haver verdadeiro compartilhamento sem que haja reciprocidade de todas as partes que podem vir a se beneficiar por meio destes eventos. É fundamental que todo ser humano que de fato, com sinceridade, pretenda nos oferecer seu comprometimento desenvolva dentro de si mesmo  certo grau de autoentrega e de respeito por nossas presenças em sua vida.
                Todo Servidor da Sagrada Hierarquia que se encontra em estado ascensionado da consciência está vibrando em uníssono com o Coração de Deus. Por conta disso, não será adequado que aqueles que ainda não galgaram às mesmas Escadarias de Luz que esses já conquistaram se façam refratários aos Ensinamentos que poderão obter através de tais Emissários da Luz Superior. Faz-se necessário haver humildade e receptividade por parte dos que ainda estão começando a caminhar em direção aos patamares mais elevados da consciência, onde os Seres da Hoste se satisfazem com seus afazeres e tarefas, dentre as quais se incluem as incursões ao campo mental humano coletivo que estou aqui abordando.
                Tomem consciência de que esta árdua tarefa que nos cabe, apesar de exigir-nos bastante esforço e total rendição, nos é plenamente satisfatória, porque tudo o que desejamos é realizar ao que o Supremo Senhor quer que realizemos. Sabendo do nosso compromisso com a propagação da Divina Sabedoria, estejam sempre conscientes de que poderão contar com o sentimento que nos preenche o coração. Somos sinceros no desejo de compartilharmos da Luz que nos orienta a buscarmos por percepções humanas que se façam receptivas ao que pretendemos compartilhar. Forneçam-nos o substrato e, em troca, doar-lhes-emos a essência do que pode vir a se intensificar nos seus cotidianos. Façamos tais parcerias de ação em torno do Amor e da Luz, semeando ao solo que talvez possa se mostrar fértil para que a essência que está na semente se faça manifestar, dando existência e porte avantajados para a frondosa arvore da vida que a todos nós contém. Esta árvore virá, então, a frutificar e outras sementes se dispersarão, partindo de nossas iniciativas mútuas de compartilhamento e co-criação.

                               Estejam na Paz de Deus!

                            Arcanjo Ezequiel (24/10/12)

Obs.: Escrevo um comentário direcionado aos estudantes e adeptos da Ordem de Zadkiel, com a finalidade de reforçar ao compromisso que deve haver entre todos os que se dedicam à Senda Iniciática que está sob nossa direção. Existe uma hierarquia de Servidores que compõem à esta Escola Alquímica, e que precisa ser respeitada. Os instrutores de todas as esferas, inclusive da físico-material, pertencem a tal organização hierárquica. Portanto, esta Sagrada Senda deve ser trilhada com base no amor, na devoção a Deus e na plena confiança em seus hierarcas e nos Ensinamentos que eles lhes transferem. Caso contrário, não obteremos de imediato os resultados para os quais novamente nos organizamos a fim de manifestarmo-nos como organização iniciática na oitava material terrena. (Zadkiel, 24/10/12)

Este texto foi obtido, por sintonização, através do Sacerdócio da Ordem de Zadkiel – RJ. Se desejar utilizá-lo, por favor, mencione tal fonte, bem como o endereço da publicação na web.

Lançamento do Livro da Ordem de Zadkiel



           "Esta Ordem se compõe de diversos níveis hierárquicos, que representam Emanações Divinas do Senhor Supremo, as quais, desde níveis cósmicos, transferem-se ao universal e alcançam o sistema de planetas onde a Terra se encontra inserida. (...) Trata-se do compromisso de proporcionar à elevação da consciência humana terrena, de modo a potencializar o Plano Divino para o sistema de planetas do qual a Terra participa. Há em cada nível de existência, a mesma Ordem evolutiva, a qual visa sempre ao Ascensionamento. Precisaremos rever estes níveis de organização, procurando encontrar os espaços ocupados pela espécie humana e os porquês de tal padrão de ocupação. Somente desta forma será possível que cada indivíduo compreenda seu verdadeiro potencial para a realização dos processos que a nossa Ordem lhes apresenta como proposta." 

Trechos extraídos do Capítulo I - A Estrutura da Ordem de Melquisedeque, de autoria do Arcanjo Ezequiel, p. 11-14.

Os Graus da Consciência em Ascensão


               A Ordem de Zadkiel trabalha com sete Graus Iniciáticos, os quais representam diferentes estados da consciência. Partimos da transcendência da mente meramente física, típica dos seres humanos da 3ª Raça-Raiz, e almejamos a que os iniciados atinjam ao mais alto grau, o qual equivale ao estado sublimado da consciência da 7ª Raça. Portanto, os degraus através dos quais os iniciandos precisam passar fazem a transferência entre condições existenciais, potencializando habilidades que são inerentes à alma como ela originalmente é.
                A mente da 3ª Raça, quando ainda se encontra aprisionada às necessidades de manutenção do corpo físico, produz muitos condicionamentos. As atitudes que resultam de tais condicionamentos são em geral bastante precárias, sendo fartamente demonstradas nos planetas que, como a Terra, se encontram em estado intermediário de consciência. As pessoas dominadas por este estado de consciência costumam ser temerosas dos seus destinos, pois desconhecem completamente as possibilidades de aplicação das Leis Divinas de Co-criação que poderiam libertá-las.
                As limitações impostas à mente que está atrelada às condições existenciais típicas da 3ª Raça fazem com as almas a elas atreladas mantenham-se envolvidas com teias cármicas, as quais as conduzem vida após vida a intermináveis ciclos de nascimentos e mortes. O mesmo pode ser dito sobre os estados de consciência da 4ª e da 5ª Raças, enquanto ainda alheias às Leis da Causação. Portanto, faz-se necessário que haja a compreensão e a prática do que se compreenda a respeito das formas como a alma individual pode participar conscientemente das atividades co-criativas que constroem ao seu destino.
                As 6ª e 7ª Raças detém espontaneamente de habilidades co-criativas e de movimentação entre as dimensões, através das quais se faz possível a ação de co-criação interdimensional, que precipita todos os aspectos da realidade que se faz presenciar na oitava material. E, mais importante do que isso, o estado de consciência mais elevado, ao qual estas duas raças têm acesso, e do qual elas usualmente empregam, permite a interação pessoal consciente da alma com seu Criador, o Supremo Senhor Deus. Este é o auge do processo que estamos oferecendo, por intermédio da Escola Iniciática da nossa Ordem. Oferecemos a oportunidade da Ascensão Espiritual e da liberdade das limitações dos corpos inferiores.
                Que cada um se faça livre para buscar a tais oportunidades, enquanto nos colocamos a inteira disposição deste Serviço. Vocês são almas que detém da independência para escolher aos seus caminhos.  Busquem-nos com atenção e critério e, certamente, os encontrarão.

                               Arcanjo Ezequiel

Este texto foi obtido, por sintonização, através do Sacerdócio da Ordem de Zadkiel – RJ. Se desejar utilizá-lo, por favor, mencione tal fonte, bem como o endereço da publicação na web.